terça-feira, 30 de setembro de 2008

Saudades

Peguei numa caneta normal
Sem alma nem destino.
Ao som de uma música... escrevi
Estas meras palavras que expressão
o eu e o tu = Saudade.

Sei que pedes todos os dias para ter força,
para seguir em frente.
Sentes orgulho por ser quem sou,
por ir atrás de um sonho.
Só há um senão eu deixei outro sonho
não no sentido de o deixar de lado ou acabar com ele,
mas sim de este estar longe de mim.

A distância desperta um turbilhão de emoções pelas quais eu não tenho palavras para definir

Não sou poeta
Não sou estrela...
Sou o que a alma humana conseguir construir,
Sou o que lutei para chegar aqui.
Sou assim como tu me conheces
Serei assim até morrer
Nesse mesmo dia deixarei estas palavras para ti
Ao lê-las saberás que muitas vezes chorei e nem te contei o porque
Peço desculpa pois a culpa é das SAUDADES que tenho.

29/09/2008

Peço desculpa pela minha ausência, mas o tempo não tem dado para tudo.

Confesso que ultimamente até tenho andado mais ou menos… o que me põem triste e com vontade de voltar atrás são as saudades.

Saudades do Algarve, das pessoas que amo e da estrela que brilha no meu céu. Acho que neste momento nem escrever sei, já não há poesia nem tom para tal. Perdi esse dom de escrever, de me expressar e até de alguém achar que escrevo bem... que sou poeta às vezes. Poeta das saudades…


bjs

5 comentários:

Meus Netos Minha Fortuna disse...

Olha a minha menina!
Então que é feito de ti?
Como estão a correr as coisas?
Nunca mais disseste nada á vóvó ...!
Espero esteja tudo a correr como querias!
Saudades...quem as não tem, minha querida?
Tu vais sber lidar com isso, tenho a certeza!
Beijinhos com muito carinho
Vóvó Cassilda

Paula disse...

Então coração.
Tenho andado meia preocupada contigo, não sei nada de ti. Como foram as coisas? Foste-te inscrever? Resolveste a tua vida? Ke vais fazer? E o teu fofinho? Tudo bem? Olha ke eu não kero uma tia triste para o meu filhotinho!
Um xi-coração enorme :)

Heloisa disse...

então linda!!! que é isso??, saudades, todos temos, mas temos de olhar para a frente, ver o que já conquistamos, e atingir a próxima meta. nunca olhes para tras, nunca te arrependas dos passos dados, pois se os deste foi com um objectivo. Mta força, e não te quero a dizer que já não sabes escrever....
Bjokas grandes

Meus Netos Minha Fortuna disse...

Olá minha pequenina
Espro que esteja tudo a correr bem.
Bom fim de semana e um bijinho com muito carinho
Vóvó Cassilda

Flor disse...

ola linda! então que tristeza é essa? n te podes deixar ir abaixo. coragem......! vai me dizendo como estão a correr as coisas por ai. ja tenho as tais novidades no meu blog... se precisares de uma palavra amiga eu tou sempre aqui
bjinhos e mt força